Você provavelmente teve o primeiro contato ou tem como referência a visão da gueixa retratada em produções cinematográficas como “Memórias de uma Gueixa” e “Madame Butterfly” e por isso talvez cultive uma imagem sensualizada e servil do tipo. O que naturalmente pode lhe dá indicações sobre quais seriam os atrativos de se fazer uma tatuagem de gueixa.

E torcer o nariz.

Afinal, nada mais anacrônico em tempos de feminismo pulsante o uso de imagem que coloca a mulher em posição servil ou apenas como objeto sexualizado.

Mas calma, segure o ímpeto de fazer alguma queixa no Twitter ou fazer textão no Facebook.

Essas percepções, associações, foram sendo construídas em razão de perspectivas ocidentais que enfocaram e aumentaram determinados aspectos deixando um todo bem mais profundo em segundo plano ou simplesmente para escanteio.

A gueixa surge, no Japão da antiguidade, para cumprir função social que exigia habilidades e refinamento invejáveis, as tornando símbolos completamente distintos do que veio a se popularizar no ocidente posteriormente.

E é em razão desses símbolos que muitas pessoas aderem, optam pela tatuagem delicada feminina de gueixa.

A seguir explicaremos mais sobre esses simbolismos, significados, função social dessa casta, os tipos de tatuagem de gueixa mais populares e o que cada um pode representar.

Saiba mais sobre tatuagem de gueixa abaixo.

Confira!

A gueixa no Japão

Explicar o que significa o termo “gueixa” pode ser um bom começo para explicar a função social dessas mulheres no Japão e de como eram vistas.

“Gueixa” é o mesmo que “artista” ou “pessoa das artes”.

As gueixas surgem para suprir uma necessidade identificada pelos japoneses das antigas de entreter convidados especiais em ocasiões específicas. Mas que fique claro que o “entreter” não se relacionava a atividades sexuais, mas o de propiciar pequenos espetáculos, performances de modo a distrair, a encantar os convidados, elevar o espírito destes por meio da arte.

Por essa razão, eram exigidos das gueixas educação rigorosa, preparo intelectual, domínio de todas as normas de etiqueta assim como aulas de dança, música, canto, postura e etiqueta.

As gueixas eram escolhidas ainda muito jovens. Uma iniciante era designada como “maiko”, ou “aprendiz” em nosso idioma.

Requisitavam-se com frequência as gueixas em banquetes, casas de chás, em locais públicos ou privados.

Estilo das gueixas

O modo de se vestir, de se pentear e de se maquiar das gueixas seguem um padrão que as tornam mulheres carregadas de mistério, misticismo, dissimulação. A maquiagem investe pesado no pó branco, uniformizando a expressão em contraste com a vivacidade das cores dos quimonos, leques e acessórios que compõem o figurino.

Por que ficaram com fama de prostitutas?

Claro que, conhecendo a natureza do homem, em algum momento os responsáveis pelas gueixas, para obter vantagens em algumas negociações, as incentivavam a entreter os convidados de forma mais… digamos, tátil. Mas oficialmente não fazia parte de suas atribuições e nem eram vistas na sociedade como sinônimo de “mulheres da vida”.

O que pegou para as queixas foram às prostitutas do “P” maiúsculo mesmo, que passaram a se vestir e se maquiar de modo a imitá-las, por perceberem que o estilo instigavam a imaginação de seus clientes.

Significados de tatuagem de gueixa

Por estarem relacionada a funções, trabalhos, performances artísticas, essas mulheres eram vistas como pessoas cultas, inteligentes e, claro, donas de beleza ímpar. Desse modo, quem busca tatuagem de gueixa busca ressaltar aspectos de sua personalidade que considera importante.

Inteligência

Cantar, dançar, representar, saber conversar com variados tipos de pessoas e de cultura diferentes sempre conseguindo conquistar atenção. Não, ao contrário de muitas modelos que vimos puraí não bastava ter apenas um rostinho bonito. Era preciso tutano e considerável dose de talento.

Isso explica porque tatuagem de gueixa é evocativa de pessoas, mulheres, inteligentes.

Delicadeza

Naturalmente o aspecto delicado se evidencia por causa da beleza típica da mulher, de seus traços finos, pele delicada, movimentos suaves, mas ajudava a reforçar esse aspecto o fato de serem obrigadas a terem aulas de etiqueta.

Gueixas eram mulheres que dominavam perfeitamente todos os protocolos sociais e sabiam como ninguém se portar com classe, com distinção, com elegância.

Delicadeza, sofisticação, elegância elementos sem dúvida associados a tatuagem de gueixa.

Mistério

Uma característica já mencionada acima, mas que vale a pena reforçar. Se curte um clima de mistério, de dissimulação, de não entregar o jogo logo de cara, de seguir uma filosofia Getulista: “Não gosto de me explicar, gosto de ser explicado”, tatuagem de gueixa é a sua cara.

Quem é a mulher por trás daquela maquiagem carregada e padronizada? Ela se comporta assim o tempo todo? É uma interpretação ou reflexo de sua personalidade? Deus, que encantos esconde sob aquele quimono?

Sensualidade

Como não se encantar com mulheres com tais predicados? O sensualismo das gueixas se traduz ao revelarem pouco de suas formas delicadas, normalmente os ombros que são símbolos de delicadeza e sensualismo, o que faz aguçar ainda mais a imaginação e as tornarem mais tentadoras.

Tipos de tatuagem de gueixa

Leque

Gostou do lance do mistério? Se há um objeto símbolo de intriga, mistério, de curiosidade é o leque, esconde o suficiente para tornar a pessoa anônima, mas insuficiente para deixá-la totalmente oculta.

Cantando, dançando ou tocando

Estilo de tatuagem de gueixa indicada para as que se amarraram no papo de cultura, inteligência.

Ao estarem tocando algum instrumento, cantando ou dançando uma música simbolizam o cultivo da prática artística.

Também representam criatividade e habilidades especiais.

Beijinho no ombro

Ok, não precisa beijar o ombro, mas o tipo de tatuagem de gueixa de ombro a mostra é representativo, como já expresso, da sensualidade da gueixa, da volúpia que desperta.